BioGeogilde Weblog

Blog de apoio e complemento às aulas de Ciências Naturais, Biologia Geologia e Biologia

Galileu Galilei: O homem que abriu a janela pela qual continuamos a olhar o universo 27 de Agosto de 2009

galileuTelescópio foi apresentado há 400 anos
Se mais nada houvesse, as quatro luas de Júpiter descobertas em 1610 por Galileu Galilei teriam sido suficientes para deixá-lo célebre. A 7 de Janeiro desse ano, o cientista, original de Pisa, olhou através de um telescópio fabricado por si – com mais qualidade do que o que tinha apresentado ao Senado de Veneza meses antes – e viu quatro luzinhas que giravam à volta de Júpiter e que pareciam estrelas.

A descoberta, como sempre, não lhe bastou e Galileu passou a fazer observações cuidadosas noite após noite. Com registos, esquemas, rigor, persistência. “Com Galileu, cada facto extraordinário que ele descobria passava imediatamente a objecto de estudo sistemático. É isto que é genial nele”, lembra Henrique Leitão, investigador em História da Ciência da Universidade de Lisboa.

O estudo produziu frutos: as luzes, afinal, eram os primeiros quatro dos mais de 60 satélites que estão amarrados ao planeta gigante. As implicações da descoberta não tardaram e a curiosidade de Galileu estava apenas a começar a abanar o mundo. Muito mais estava para vir.

Um ano antes, Galileu era apenas um professor menor da Universidade de Pádua, com 45 anos, amante da mecânica, com dificuldades financeiras por ter de sustentar a família, longe de imaginar que um objecto baseado em princípios ópticos fosse transformá-lo num revolucionário da Astronomia. Nessa altura, o telescópio começava a aparecer como curiosidade em algumas feiras na Europa, depois de ter sido inventado na Holanda, em Outubro de 1608. (more…)

 

Cegonhas na Web 25 de Agosto de 2009

Olá pessoal, agora podem ver cegonhas ou melhor um ninho, com toda a sua actividade, em directo no site:

cegonhaWeb 

O Webcegonhas – Condoninho da Renata resulta de uma parceria entre o jornal Público, a Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN) e a Redes Energéticas Nacionais (REN). É um projecto de divulgação e sensibilização ambiental que pretende dar a conhecer as acções que a REN desenvolve para a conservação da cegonha-branca e que vai permitir o acompanhamento de um ninho da espécie, através da montagem de uma câmara de filmar num apoio de uma linha de muito alta tensão. Imagens que vão poder ser vistas e comentadas em directo num blogue alojado no Público online. (more…)

 

Investigadores transferiram genoma alterado entre duas espécies de bactérias 24 de Agosto de 2009

ENVIRONMENT MICROBESBiologia sintética

Pôr as bactérias a trabalhar para nós é um dos grandes objectivos da biotecnologia. Investigadores do Instituto Craig Venter, em Maryland, deram mais um passo nesse sentido, ao conseguirem transplantar um genoma modificado de uma bactéria para outra, e esperam usar esta técnica para criar micróbios completamente sintéticos.21.08.2009 – PÚBLICO/ Reuters

Desde a produção de novas vacinas até à limpeza de resíduos tóxicos, há toda uma panóplia de trabalhos reservados para estes seres microscópicos, à medida que se consegue mexer cada vez mais na sua estrutura genética.

O artigo publicado hoje na revista “Science” descreve o que equipa de Carole Lartigue fez: retirou o genoma completo de uma bactéria, inseriu-o em leveduras – um óptimo modelo para se fazer experiências em biologia– alterou-lhe geneticamente o genoma. Finalmente, voltou a transplantá-lo para outra espécie de bactéria. (more…)

 

Algarve: Subida das águas pode levar a mais derrocadas 23 de Agosto de 2009

Filed under: Notícias da Ciência — Prof. Cristina Vitória @ 19:32
Tags: , , , , ,

arribasA constante subida do nível médio da água do mar que vai batendo com mais força nas arribas pode levar a um aumento da frequência de derrocadas nas praias da costa Oeste algarvia, declarou hoje uma especialista.

«Com a subida do nível médio do mar devido às alterações climáticas e pelo facto das rochas serem muito moles e menos resistentes ao ataque do mar, a tendência é as derrocadas poderem vir a ser mais frequentes», disse hoje à Agência Lusa Delminda Moura, geóloga do Centro de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Algarve.

A praia Maria Luísa (Albufeira), onde sexta-feira morreram cinco pessoas na sequência de uma derrocada, está localizada na zona Oeste algarvia, que se insere numa costa rochosa em franco recuo devido à subida do nível das águas do mar. (more…)

 

Dados primeiros passos para detectar ondas gravitacionais 22 de Agosto de 2009

ondas gravitacionaisUm laboratório norte-americano que estuda as origens do Universo ainda não conseguiu detectar as ondas gravitacionais previstas pelo físico Albert Einstein há quase um século, mas deu já os primeiros passos importantes.

Segundo a edição desta semana da revista Nature, o Laser Interferometer Gravitational Wave Laboratory (LIGO), integrado por três detectores e que desde 2005 procura provas dessas deformações do espaço-tempo, conseguiu remontar à origem do Universo até 60 segundos depois do seu começo.

Embora alguns modelos teóricos do que aconteceu nos primeiros momentos do cosmos indiquem que as ondas gravitacionais deveriam ser visíveis pelo LIGO, isso não aconteceu até agora. (more…)

 

Descobertas novas espécies de vermes marinhos que lançam bombas bio-luminescentes 21 de Agosto de 2009

CoverPoss3Artigo publicado na “Science”
Um grupo de investigadores descobriu sete espécies que vivem nas profundidades oceânicas e que pertencem a um novo grupo de poliquetas, primos marinhos das minhocas. Muitas delas têm uma habilidade especial: lançam bolas verdes que brilham no escuro para, teorizam os investigadores, defenderem-se dos predadores.

A descoberta foi publicada num pequeno artigo na “Science”, por um grupo de investigadores do Scripps Institution of Oceanography, em São Diego, na Califórnia. Os vermes foram vistos pela primeira vez por aparelhos controlados remotamente que mergulharam a profundidades entre os 1800 e 3700 metros no Oceano Pacífico.

As sete novas espécies que pertencem aos anelídeos ( vermes com segmentos repetidos ao longo do corpo, que normalmente têm muitos pares de patas, onde se incluem as minhocas), têm entre os 1,8 e 9,3 centímetros e foram todas colocadas num novo género chamado Swima. A única espécie que já tem nome chama-se Swima bombiviridis, devido à capacidade de lançar bombas verdes. (more…)

 

Descoberto gene que permite cultivo arroz em áreas alagadas 20 de Agosto de 2009

arrozInvestigadores japoneses descobriram genes que asseguram a sobrevivência do arroz em terrenos alagados, o que permitiria melhorar a produção em zonas afectadas por cheias, indica um estudo hoje publicado na revista científica britânica Nature.

Os genes em causa, chamados Snorkel, ajudam os caules a crescer mais em regiões com níveis de água elevados, onde o arroz tem geralmente fraco rendimento, segundo Motoyuki Ashikari, que liderou o projecto.

À medida que o nível da água sobe, a acumulação da hormona vegetal etileno activa os genes, levando os caules a crescer mais rapidamente.

Ora, ao introduziram esses genes em variedades de arroz que normalmente não sobrevivem em águas fundas, os investigadores conseguiram salvar as plantas da submersão.

A equipa de Ashikari, do Centro de Biociências e Biotecnologia da Universidade de Nagóia, espera poder usar os genes em arroz de grão longo muito usado no Sudeste asiático para ajudar a estabilizar a produção em zonas com tendência para inundações, onde a variedade com o gene resistente às cheias tem fraco rendimento – cerca de um terço ou um quarto do arroz corrente. (more…)