BioGeogilde Weblog

Blog de apoio e complemento às aulas de Ciências Naturais, Biologia Geologia e Biologia

Seca grave afecta 99% do país apesar da chuva 18 de Abril de 2012

Choveu, mas pouco. Depois das duas primeiras semanas de Abril com alguma precipitação, praticamente todo o território continental de Portugal mantém-se em situação grave de seca meteorológica.

Segundo a última avaliação do Instituto de Meteorologia, divulgada nesta quarta-feira, 57% do território nacional mantêm-se em “seca extrema” e 42% em “seca severa”. A situação praticamente não se alterou em relação ao final de Março (57% de “seca extrema”, 41% de “seca grave”), embora a distribuição regional do problema tenha variado. A seca abrandou um pouco no Norte interior e agravou-se no Ribatejo, Alto Alentejo e parte do Algarve.

A quantidade de precipitação na primeira quinzena de Abril esteve abaixo do normal em todo o Continente. Chegou apenas a 41% da média no Norte, 43% no Centro e 42% no Sul. Desde o início do ano hidrológico – que começa em Outubro – choveu apenas 51% da média no país.

A situação observada a 15 de Abril era, em termos meteorológicos, pior do que a de 2005, no total do país. Mas há sete anos, havia o agravante de já se vir de um ano anterior também de seca, com as barragens por isso mais vazias.

O prognóstico do Instituto de Meteorologia não é favorável. Chuva a sério poderá ocorrer apenas na porção mais a norte do país, (more…)

 

Água doce que chega aos oceanos aumentou quase um quinto em 13 anos 8 de Outubro de 2010

A água evapora-se dos oceanos, criam-se nuvens, chove e nos continentes os rios levam esta água de volta ao mar. Mas cada vez em maior volume. Segundo uma equipa de cientistas que utilizou satélites para avaliar os caudais dos rios da Terra, entre 1994 e 2006, o volume anual de água doce que chegou aos oceanos aumentou 1,5 por cento. Tudo porque o termóstato do planeta está mais elevado.

“Pode não parecer muito – 1,5 por cento por ano –, mas ao fim de algumas décadas é uma quantidade enorme”, afirma em comunicado Jay Famiglietti, professor de Ciências da Terra da Universidade da Califórnia e investigador principal do estudo publicado na revista Proceedings of the Royal Academy of Sciences. Ao longo de 13 anos, as medições feitas pelos satélites Topex/Poseidon e Jason-1, da NASA e da Agência Espacial Francesa, e pelos satélites Aerospace Center Gravity Recovery e Climate Experiment, da NASA com o Centro Espacial Alemão, mediram um aumento de 18 por cento de água a chegar aos mares. (more…)

 

Crocodilos da Mauritânia adaptam-se a climas extremos 25 de Maio de 2010

Filed under: 11ºAno,Notícias da Ciência — Prof. Cristina Vitória @ 14:15
Tags: , , , , , , , ,

Investigadores portugueses estão a monitorizar populações que se julgavam extintas.

Quando saem da água são mortos. Dentro dos lagos e gueltas, os crocodilos são protegidos pela população da Mauritânia. Um crocodilo fora de água é sinónimo de seca, o medo que atormenta os homens dependentes do gado e das colheitas.

Há quatro mil anos atrás, a seca causou uma grande alteração na paisagem: a vegetação escasseou, os lagos desapareceram e o verde deu lugar ao castanho do solo árido. Os crocodilos perderam os habitats e com a seca da década de 1970, os investigadores acreditavam que restavam apenas três populações de crocodilos no norte do continente africano − no Chade, no Egipto e em Marrocos.

Uma equipa de investigadores do Centro Interdisciplinar em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO) fez-se à estrada. Cruzaram o Estreito de Gibraltar e atravessaram o Sahara Ocidental para descobrir populações de crocodilos num país que mescla o deserto com o Atlântico. (more…)

 

O peso da falta de água 2 de Março de 2010

Filed under: 11ºAno,9ºAno — Prof. Cristina Vitória @ 10:25
Tags: , , ,
Uma mulher carrega vários recipientes para encher de água em Mengzi, na província de Yunnan. A região está a passar pela pior seca dos últimos 60 anos e está a afectar a produção de cana-de-açucar, borracha e café.
Fonte: PÚBLICO
Foto: Stringer/Reuters