BioGeogilde Weblog

Blog de apoio e complemento às aulas de Ciências Naturais, Biologia Geologia e Biologia

Hotel feito de lixo alerta para perigos da contaminação 21 de Janeiro de 2011

Instalação concebida com detritos provocados pelo turismo em massa.

Até onde pode ir a vontade de reciclar? O que fazer com os detritos? Um novo hotel, que abriu recentemente em Madrid (Espanha), tem as paredes completamente cobertas de lixo, por detritos trazidos pela maré e depositados em praias europeias.
O Beach Garbage Hotel foi recentemente inaugurado e tem apenas cinco quartos, mas com capacidade para alojar até dez pessoas por dia – eleitas através de um sorteio no facebook. A construção é da autoria da artista alemão Há Schult e fica na central Plaza de Callao, em pleno centro da capital espanhola e tem como objectivo chamar a atenção para os riscos da contaminação. (more…)

Anúncios
 

Limpar Portugal: cem mil voluntários recolheram 70 mil toneladas de lixo 22 de Março de 2010

Cerca de 100 mil voluntários recolheram ontem, em nome da iniciativa “Limpar Portugal”, mais de 70 mil toneladas de lixo por todo o país, disse à Lusa um dos mentores do projecto.

“O tempo dificultou um bocado, mas apesar disso conseguimos reunir os 100 mil voluntários que queríamos. As opiniões técnicas é que conseguimos recolher 70 mil toneladas de lixo”, relatou à Lusa Paulo Torres, um dos três coordenadores nacionais e mentores do projecto. Dentro de dias, sublinhou, os aterros sanitários e as entidades de reciclagem poderão confirmar os números com mais precisão.

O mesmo responsável acrescentou que o lixo foi “apanhado pelo país fora, sem zonas melhores ou piores” ou nas quais a recolha tenha sido mais intensa. Ainda assim, adiantou que “apenas no concelho de Braga recolheram-se 400 toneladas” de lixo, “essencialmente em terrenos de floresta” e “estradas no meio de bouças”. (more…)

 

Óleos usados geram biocombustível 4 de Junho de 2009

Filed under: Notícias da Ciência — Prof. Cristina Vitória @ 18:31
Tags: , , ,

recolha de oleoEntupimentos, obstruções e cheiros desagradáveis são algumas consequências da deposição de óleos alimentares na rede de saneamento. A empresa Biological, em Loures, encontrou forma de valorizar estes resíduos aproveitando-os para gerar biocombustível.

 

«A utilização do óleo e do azeite faz parte da nossa cultura gastronómica e todas as cozinhas são confrontadas com o problema de eliminar de uma forma legal os óleos alimentares usados. É para dar resposta a este problema que nós existimos», explicou à Agência Lusa Luís Realista, administrador do Grupo ETSA, que integra a Biological, criada em 2003, e outras quatro empresas (SEBOL, ABAPOR, ITS e AISIB) ligadas à recolha, tratamento e transformação de resíduos de diversas origem.

A esta unidade sediada em Santo Antão do Tojal, Loures, chegam diariamente centenas de barricas de 50 litros contendo óleos usados provenientes de hotéis, restaurantes, cafés, cantinas, refeitórios e, mais recentemente, de 20 oleões (ecoponto de recolha de óleos usados) que a Câmara Municipal de Loures instalou em cada uma das freguesias do concelho.

                                04/06/09   In Diário Digital / Lusa