BioGeogilde Weblog

Blog de apoio e complemento às aulas de Ciências Naturais, Biologia Geologia e Biologia

Âmbar alberga fósseis de insectos extintos 26 de Abril de 2011

Restos foram preservados durante 20 milhões de anos

Foram encontrados vários exemplares de pequenos insectos preservados em pedras de âmbar, em Chiclayo, no Peru. Os investigadores acreditam que estes pequenos espécimes – com 20 milhões de anos – tenham convivido com os dinossauros e possivelmente até antes da idade do gelo.

“Os pedaços de âmbar contêm insetos Psocoptera, Diptera, Coleoptera, Hemiptera e aranhas, bem como esporos e fosseis de pólen e até uma gota de sangue e pêlo de um mamífero roedor”, segundo avançou Honningen Klaus, responsável pela equipa de investigadores do Museu Paleontológico Meyer-Honningen, no Peru.

O paleontólogo adiantou que uma grande parte de presença fóssil na pedra ambarina pertence a restos de animais ou vegetais – pelo menos 80 por cento. A descoberta foi feita numa praia do extremo Norte do Peru.A equipa encontrou mais de uma centena de pedras, entre os sedimentos do rio, mas ainda não conseguiram identificar a maioria. Alguns dos insectos nem sequer estavam catalogados, como o exemplo de um mosquito zancudo, de patas longas ou uma vespa com o ferrão na parte da frente. (more…)
Anúncios
 

Fungo da floresta brasileira transforma formigas em zombies 30 de Março de 2011

Na floresta tropical brasileira foi descoberto um fungo que, não tendo corpo próprio, aluga o de uma formiga, cuja mente passa a controlar, transformando-a numa formiga-zombie.

De acordo com a versão online da National Geographic, os cientistas anunciaram, nesta quarta-feira, a descoberta de quatro tipos desta espécie de Ophiocordyceps unilateralis.

Estes fungos alienígenas infectam a formiga e tomam controlo do seu cérebro. Têm como para objectivo movê-la até uma localização ideal onde possam crescer e espalhar os seus esporos, uma vez atingido esse objectivo a formiga é assassinada.

As quatro espécies agora identificadas usam diferentes técnicas para espalharem os seus esporos depois de infectarem a formiga. Enquanto umas se espalham saindo através do cadáver, outras desenvolveram esporos que explodem e quando outras formigas passam atingem-nas, transformando-as em zombies.

Jornal Sol 25/03/11