BioGeogilde Weblog

Blog de apoio e complemento às aulas de Ciências Naturais, Biologia Geologia e Biologia

Transporte no floema – experiências com afídios 7 de Maio de 2009

Filed under: Uncategorized — Prof. Cristina Vitória @ 22:14
Tags: , , , ,

Durante muito tempo não foi possível analisar a constituição da seiva floémica, pois as células vivas do floema são muito frágeis e o processo de transporte que nelas ocorre é facilmente perturbado ou interrompido quando esta se pretende extrair com micropipetas ou outros instrumentos exteriores.

Os estudos iniciais sobre a constituição da seiva floémica foram realizados com a ajuda de pequenos afídios, (pulgões).

Na década de 50 do século XX, experiências realizadas com afídios (pulgões) permitiram um melhor conhecimento dessa seiva.

Quando um afídio atinge o floema, a pressão da seiva floémica força-a a sair da planta e a entrar no tubo digestivo do animal.

formiga_ordenhaPor vezes a pressão é tão grande que a seiva elaborada é forçada a sair pelo ânus.

ant_receives_honeydew_from_aphid

Se um afídio que está a alimentar-se (absorvendo o conteúdo do floema) for cortado pelo estilete, a seiva floémica exsuda através deste, sob pressão, durante alguns dias, podendo ser estudada.

Esta experiência possibilitou o conhecimento directo seiva floémica.
Afídios – Pequenos insectos himenópteros, de abdómen anelado, parasitas de várias plantas, de cujos sucos se alimenta, e que pertencem especialmente à família dos Afidídeos.

Advertisements
 

One Response to “Transporte no floema – experiências com afídios”

  1. Jose Vieira da Silva Says:

    Uma animação bastante interessante.

    Parabens por este site, dado que é um excelente apoio às aulas de Biologia / Geologia.


Os comentários estão fechados.