BioGeogilde Weblog

Blog de apoio e complemento às aulas de Ciências Naturais, Biologia Geologia e Biologia

Animação – A Fotossíntese 14 de Abril de 2009

Filed under: Uncategorized — Prof. Cristina Vitória @ 20:00
Tags:

fotossintese

Anúncios
 

Aspectos globais da fotossíntese

Filed under: Uncategorized — Prof. Cristina Vitória @ 19:00
Tags: , , ,

fotossintese_global1O processo utilizado pelos seres fotoautotróficos para a produção de matéria orgânica a partir de água e dióxido de carbono designa-se por fotossíntese e necessita de luz para que se possa realizar.

Seres fotoautotróficos (definição) – A base de qualquer cadeia alimentar é composta de seres autotróficos. Os que usam luz como fonte de energia são chamados fotoautotróficos.

Fotossíntese (definição) – Importante função (denominada também função clorofilina e clorocarbonização) pela qual as plantas verdes, em presença da luz, fixam o carbono do dióxido de carbono do meio externo e libertam oxigénio.

 

ATP e reacções endoenergéticas e exoenergéticas

ATP (Adenosina trifosfato)- Fonte e forma de circulação da energia (química) nas células. É o composto intermediário que transfere energia de um tipo de reacções para o outro.
atp_11

ATP – A adenosina-trifosfato (ATP) é um conhecido e importante nucleótido. É constituído por uma unidade de adenina, um açúcar, ou ribose, e, como o seu nome indica, três grupos fosfato. A ligação dos dois últimos grupos fosfato é muito rica em energia que se liberta quando esta ligação é hidrolisada. A energia contida no ATP é libertada sempre que ocorre a transferência de um grupo fosfato para outra molécula. As reacções de transferência dos grupos fosfato realizam-se com a intervenção de enzimas celulares específicas. atp_geral
atp_reaccoes_endo_exo

 

Autotrofia

Filed under: Uncategorized — Prof. Cristina Vitória @ 17:40
Tags: , ,

Objectivos

Distinguir seres fotoautotróficos de seres quimioautotróficos;

Compreender que a fotossíntese é o processo de obtenção de energia por parte dos seres fotoautotróficos;

Compreender a importância dos pigmentos fotossintéticos na fotossíntese;

Relacionar os diferentes comprimentos de onda do espectro solar com a sua importância para a fotossíntese.

baia_bonita_01

Obtenção de matéria pelos seres autotróficos

Os seres autotróficos produzem compostos orgânicos a partir de substâncias minerais, utilizando uma fonte de energia externa. Parte desta energia é transferida para uma fonte de energia química que é utilizável, designada por ATP (adenosina trifosfato).

Seres autotróficos (definição) – Diz-se do ser vivo que tem a capacidade de se alimentar de quaisquer alimentos, mesmo que se encontrem sob a forma de compostos minerais, o que se verifica, em regra, nas plantas verdes e em algumas bactérias.

 

Cientistas reúnem-se nos Açores para falar de vulcões

acores1Os Açores acolhem este ano dois eventos internacionais sobre vulcanologia e sismicidade, que vai reunir cientistas internacionais, num arquipélago considerado pelos estudiosos «um laboratório vivo» naquelas duas áreas.

Zilda França, do departamento de Geociências da Universidade dos Açores, adiantou à agência Lusa que o primeiro evento, no âmbito da geoquímica, ocorre entre 11 a 15 de Maio, nas ilhas do Pico e Faial.

A Penrose Conference, realizada anualmente em vários países, traz até ao arquipélago açoriano cientistas da Alemanha, Portugal, América, Malásia, Itália, França, Espanha e Suíça, considerados «o topo da geoquímica mundial».

Segundo Zilda França, é «um evento muito importante», que se vai debruçar sobre a existência de plumas mantélicas (um material que existe no interior da terra em profundidade), responsáveis pelo vulcanismo de determinadas regiões.

«Pensa-se que todo o vulcanismo do arquipélago resulta da existência de uma pluma», salientou Zilda França, uma das cinco organizadores do evento, com o aval da Geological Society of América.

Em Setembro, a ilha do Pico volta a receber um evento internacional «de renome», que vai abordar «a interacção entre a actividade vulcânica e tectónica e implicações para as previsões», numa organização da IASPEI.

Essa associação internacional debruça-se sobre aspectos físicos da terra e este ano reúne peritos da Comissão Sismológica Internacional, no Pico.

Entre 14 a 20 de Setembro, os cientistas internacionais vão abordar a experiência dos Açores, «um laboratório vivo» no campo da vulcanolocia e sismicidade, e estudar os casos do Hawai e América do Sul.

Evidenciando a «alta» sismicidade e o vulcanismo «activo» do arquipélago açoriano, Zilda França disse à Lusa que os Açores têm uma «situação privilegiada», por estarem situados numa zona de confluência de três placas tectónicas (a americana, a euro-asiática e a africana ou núbia).

                                                                                                      14 de Abril de 2009 In Diário Digital / Lusa